Daniel Dias Machado esclarece as principais dúvidas sobre os bioestimuladores de colágeno

Você conhece o que são os bioestimuladores de colágeno? O biomédico esteta Daniel Dias Machado explica que se insere no conjunto de técnicas pertencentes a harmonização facial, que visa, assim como outros procedimentos estéticos desse grupo, trazer uma melhor harmonia e equilíbrio à região da face. Sendo assim, se deseja conhecer mais sobre a principal finalidade dos bioestimuladores de colágeno e esclarecer suas dúvidas, leia o artigo até o final!

O que é a harmonização facial?

Como mencionado anteriormente, é importante termos em mente que a harmonização facial não se trata de um procedimento isolado feito no rosto, mas de um conjunto de técnicas que tem por objetivo harmonizar a região facial. Dessa forma, como esclarece o Dr. Daniel Dias Machado, pós graduado em biomedicina estética, os procedimentos de harmonização facial são visados por aqueles que buscam melhorar a autoestima.

Bioestimuladores de colágeno, o que são?

Sendo um tipo de harmonização facial, os bioestimuladores de colágeno são substâncias que são aplicadas na região da face para estimular a produção de novas fibras de colágeno. Assim, como considera o biomédico esteta, com essa aplicação é gerada uma ação inflamatória controlada, que acaba por ativar os fibroblastos responsáveis por produzir o colágeno.

Quais os tipos de bioestimuladores de colágeno?

Como considera o biomédico esteta Daniel Dias Machado, há diversas substâncias destinadas para esse procedimento que estimulam o colágeno, sendo algumas delas: Sculptra, Radiesse e Ellansé. O denominado Sculptra é o ácido polilático, usado nas regiões faciais de pouca mobilidade; já o Radiesse é o hidroxiapatita de cálcio, podendo tratar rugas e linhas de expressão e, por fim, o Ellansé é o policaprolactona usado em peles mais maduras com perda de volume.

O que causa a perda de colágeno?

É importante sabermos que com o passar dos anos, especialmente, a partir dos 25 anos de idade, a atividade da enzima que degrada as fibras de colágeno é iniciada, ocorrendo de forma gradativa a cada ano. Na visão do Dr. Daniel Dias Machado, o colágeno é uma substância produzida naturalmente no organismo, todavia alguns fatores como alta exposição solar e idade avançada, fazem com que sua produção caia aceleradamente. 

Para quem é indicado esse procedimento estético?

Como menciona o Dr. Daniel Dias Machado, esse tipo de harmonização facial é indicada para quem deseja melhorar a estrutura da pele. Vale lembrar que é um procedimento tanto para homens quanto para mulheres, desde que seu anseio seja melhorar os contornos e a saúde da pele. Todavia, é importante que seja feita uma avaliação com o médico especialista, para entender as reais necessidades do paciente.

Quais resultados são obtidos após o procedimento?

Como o colágeno tem a função de dar equilíbrio e viço à pele, com o procedimento de bioestimuladores de colágeno, a região facial acaba por retomar a produção de fibras de elastina e do próprio colágeno. Dessa forma, o biomédico esteta entende que essa aplicação auxilia na melhor sustentação da face, eliminando a aparência de elasticidade e trazendo um aspecto mais jovial ao rosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui