Como escolher o marketplace ideal para sua loja?

Uma marketplace, basicamente, trata-se de uma plataforma que reúne milhares de lojas em todo o mundo (a depender da região que dispõe a plataforma). A empresária Cristina Mosolf, apaixonada pelo campo de marketing e tecnologia, fala sobre o marketplace, dicas para saber o local ideal de realizar suas vendas e mais. Confira:

A empresária Cristina Mosolf salienta que marketplace não é o mesmo que e-commerce, o marketplace concentra uma gama de lojas e produtos, já o e-commerce trata-se de um comércio eletrônico específico da loja, possuído design próprio e características da loja, bem diferente do marketplace.

O funcionamento do marketplace é muito simples, a empresária Cristina Mosolf explica que o consumidor se cadastra, pesquisa os produtos, compram e esperam a chegada do produto em casa. Para os vendedores há diversas regras que visam estabelecer critérios de qualidade e credibilidade do marketplace.

Marketplaces podem ser mais atrativos para os consumidores, segundo Cristina Mosolf, pois há cupons, ofertas e promoções incríveis, sendo bastante vantajoso tanto para vendedores, como para compradores, configurando em um bom custo-benefício para ambos os lados. Contudo, vale ressaltar que há desvantagens para os vendedores, pois há taxas de comissão.

Há alguns tipos de marketplace, a empresária Cristina Mosolf explica que, em primeiro lugar, há o B2C, trata-se da venda direta de empresas para consumidores (customers). Desse modo, são lojas que vendem para o público em geral, como lojas de roupas, aplicativos de delivery etc. Ademais, o C2C (consumer to consumer), ou seja, de consumidor para consumidor, a plataforma disponibiliza vendas de consumidores para outros consumidores, como o airbnb e Mercado Livre. Por fim, a empresária Cristina Mosolf cita o B2B que significa business to business, ou seja, empresas para empresas. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui